TRATAMENTO PEDRA NO RIM:
NÃO IGNORE ESTE IMPORTANTE CUIDADO!

As pedras nos rins, termo popular para os cálculos renais, até são fisicamente pequenas, porém, o incômodo e o impacto que provocam na qualidade de vida das pessoas acometidas é consideravelmente alto. Um exemplo são as fortes crises de dor.

Embora seja um problema comum, que afeta pessoas de todas as idades e até mesmo crianças, as pedras nos rins exigem tratamento. O cuidado é essencial não apenas para livrar o paciente das dores intensas e demais sintomas, mas principalmente para evitar complicações, inclusive graves.

POR QUE A PEDRA NO RIM CAUSA TANTA DOR?
siga o TRATAMENTO PEDRA NO RIM

Pessoas com pedras no rins relatam, na grande maioria dos casos, sentir uma dor insuportável. O desconforto intenso ocorre quando a pedra se desloca, mais precisamente na passagem da pedra pelo canal, que leva a urina do rim para a bexiga.
imagem-pedra-no-rim
Além da dor, outros sintomas indicam pedras nos rins, como:
  • Náuseas e vômitos;
  • Sangue na urina;
  • Suspensão ou diminuição do fluxo urinário;
  • Necessidade de urinar com mais frequência;
  • Infecções urinárias.

Você apresenta os sintomas mencionados?

O que pode causar pedras nos rins?

Vários fatores podem causar as pedras nos rins, como:

  • Hereditariedade, um dos fatores mais preponderantes, ou seja, pessoas com casos de pedras nos rins na família devem ficar atentas;
  • Hábitos inadequados, por exemplo, a alimentação pouco saudável e a ingestão insuficiente de líquidos.
imagem-vetor-pedra-no-rim

Outras causas: a formação das pedras, de forma direta ou indireta, pode ainda ser reflexo de outras condições/situações, como: clima quente, sedentarismo, obesidade, obstrução das vias urinárias, hiperparatireoidismo (transtorno hormonal relacionado ao metabolismo do cálcio), perda abrupta de peso (cirurgia bariátrica) e imobilização prolongada.

Diante da consciência dos fatores de risco mais comuns, uma das perguntas mais recorrentes é em relação ao consumo ideal de água para evitar pedras nos rins.

Veja a resposta e outras informações relevantes neste vídeo:

Como a pedra no rim é tratada?

Existem várias formas de tratamento, mas é imprescindível que o paciente saiba que, atualmente, não existe a necessidade de realizar a cirurgia para pedra no rim com cortes.

O problema pode ser tratado através de técnicas minimamente invasivas.

Medicamentos
para conter a dor

Ureterorrenolitotripsia
flexível a laser

Mudança de hábitos

Além da realização do tratamento, o paciente deve mudar hábitos e investir em um estilo de vida saudável para evitar a recorrência das pedras nos rins.
Imagem Dr. Flávio Haruyo Iizuka
Dr. Flávio Haruyo Iizuka UROLOGISTA – CRM 75674 – RQE 32918

Dr. Flávio Haruyo Iizuka é médico formado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP). Tem especialização em Urologia Geral e Urologia Pediátrica pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP, além de ter realizado FELLOW no Departamento de Urologia da Clínica Mayo de Jacksonville (EUA); Doutorado em Urologia com foco em Videolaparoscopia Urológica também pela USP e Habilitação para Cirurgia Robótica em San Jose (EUA).

Os atendimentos (consultas) são realizados em sua clínica, porém, o doutor tem como locais de atuação os principais hospitais da cidade de São Paulo e região:
  • Hospital Albert Einstein;
  • Hospital Sírio-Libanês;
  • Hospital Vila Nova Star;
  • Hospital São Luiz Unidades Itaim;
  • Hospital Leforte (Morumbi e Liberdade);
  • Hospital Alvorada (Moema);
  • Hospital Santa Paula;
  • Hospital Sino Brasileiro (Osasco).

Convênios atendidos

Siga o Dr. Flávio nas redes sociais

Endereço: Rua Doutor Renato Paes de Barros, 714, Conjunto 83, Itaim Bibi – São Paulo (SP)

(11) 3812-2922 e (11) 3032-4155 WhatsApp (11) 98974-9881
Logo iizuka clinica medica

Responsável Técnico:
Flávio Haruyo Iizuka, CRM 75674

Instagram
Abrir chat