Como médico especialista em urologia, tenho a missão de oferecer tratamentos inovadores e eficazes aos meus pacientes. Um desses tratamentos é a cirurgia robótica da próstata, ou prostatectomia radical robô-assistida (PRRA), é um procedimento cirúrgico conduzido por urologistas, tendo por objetivo o tratamento do câncer de próstata (CaP).

Em relação a outros métodos e abordagens no tratamento do CaP, a cirurgia via assistência robótica apresenta benefícios nítidos. Por exemplo, o menor tempo de hospitalização, assim como maior potencial de assertividade do procedimento.

Neste artigo exclusivo, eu explico o que é a prostatectomia robótica, como é realizada, quais os benefícios ao paciente. Continue no artigo e tenha uma ótima leitura!

O que é a cirurgia robótica da próstata (prostatectomia robótica)?

Nas últimas décadas observou-se um aumento da incidência de câncer de próstata (CaP), sendo impulsionado por fatores dietéticos (nítida associação com uma dieta rica em proteínas e rica em gordura de origem animal) e estilo de vida sedentário, a maior longevidade do homem e métodos de detecção mais assertivos.

De acordo com dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA), no Brasil estima-se uma incidência de 62,95 casos para cada 100 mil homens. O câncer de próstata é o segundo câncer mais frequente no sexo masculino, estando atrás apenas do câncer de pele.

Historicamente, a primeira cirurgia radical de próstata robô-assistida foi realizada nos Estados Unidos no início dos anos 2000. Desde então, esta tecnologia tem evoluído significativamente, sendo adotada globalmente por centros médicos de excelência. 

De acordo com o Cancer of the Prostate Strategic Urologic Research Endeavor (CaPSURE), no início do século XXI, nos EUA a cirurgia robótica da próstata já era realizada em 52% dos casos diagnosticados de CaP. Nos Estados Unidos, atualmente é realizada em mais de 95% dos casos cirúrgicos.

No Brasil, os primeiros esforços foram conduzidos por médicos do Hospital Israelita Albert Einstein, integrando desde 2008 um programa especializado em cirurgia robótica.

Mas, quais doenças são tratadas pela cirurgia robótica da próstata, como o procedimento é conduzido e quais os seus benefícios? Continue no artigo!

Quais doenças são tratadas pela cirurgia robótica na urologia?

Para além do câncer de próstata, no contexto da urologia a cirurgia com assistência robótica pode ser recomendada em casos de:

· Câncer da bexiga

· Câncer de rim

· Tumores testiculares com necessidade de linfadenectomia

· Obstrução do trato urinário (exemplo: estenose de ureter)

· Doenças renais congênitas (exemplo: estenose de JUP)

Para saber mais sobre as recomendações de tratamento cirúrgico robotizado, consulte seu urologista de confiança.

Como é feita a cirurgia de câncer de próstata robótica?

A cirurgia robótica da próstata, ou prostatectomia radical robô-assistida (PRRA), é um procedimento cirúrgico especializado, que demanda precisão técnica, experiência e atualização acadêmica do médico responsável.

Eu busquei minha atualização no exterior junto com a Intuitive, empresa que desenvolveu o Sistema Robótico Da Vinci.

A partir do auxílio de instrumentos robotizados que permitem melhor visualização e maior precisão, o médico realiza o procedimento cirúrgico tendo em vista etapas como:

· Posicionamento e colocação dos trocartes

· Entrada no espaço pré-vesical e controle do plexo venoso dorsal

· Secção do colo vesical

· Dissecção dos ductos deferentes e vesículas seminais

· Preservação do feixe neurovascular

· Dissecção do ápice prostático e uretra

· Linfadenectomia

· Anastomose vésico-uretral

Vale ressaltar que, como procedimento especializado, deve ser conduzido somente por urologista com treinamento na técnica, experiência e histórico de sucesso.

Urologista realizando cirurgia robótica da próstata

Quais os benefícios da cirurgia robótica da próstata?

Confira a seguir os benefícios associados à prostatectomia assistida por instrumentos robotizados.

É importante salientar que quando realizo a cirurgia, o sistema robótico obedece apenas aos meus comandos e não realiza de forma autônoma nenhuma das etapas da cirurgia sem a devida intervenção humana do cirurgião. 

Maior precisão e controle

A utilização de instrumentos robotizados na prostatectomia aprimora a exatidão do procedimento, ampliando o controle cirúrgico e diminuindo o risco de complicações.

Procedimento minimamente invasivo

A técnica robótica demanda pequenas incisões, resultando em resultados mais precisos, melhor recuperação e redução potencial do risco pós-operatório.

Recuperação mais rápida

Devido à natureza minimamente invasiva, a cirurgia robótica da próstata conduz a uma recuperação mais rápida, possibilitando uma evolução satisfatória no quadro pós-operatório e possibilidade de retorno acelerado às atividades rotineiras. Uma recuperação típica permite alta hospitalar em 24 a 48 horas após a cirurgia. 

Outros benefícios

Ferramentas robotizadas oferecem vantagens como melhor visualização do campo cirúrgico, redução de sangramentos e menor necessidade de transfusões sanguíneas. Normalmente não há necessidade de transfusão de sangue com o emprego desta técnica.

Maior potencial de preservação da função urinária

A precisão da cirurgia assistida por robôs maximiza a chance de preservar a continência urinária, elemento essencial para a qualidade de vida dos pacientes.

Maior potencial de preservação da função erétil

A delicadeza e precisão da técnica assistida por robôs favorece a preservação das estruturas nervosas, cruciais para a manutenção da qualidade e função sexual.

A grande maioria dos pacientes volta a ter vida sexual ativa, podendo haver a necessidade de uso de medicamentos orais como sildenafila ou tadalafila de forma temporária. 

Melhor qualidade de vida

Um pós-operatório com menor desconforto e a preservação das funções urinária e sexual convergem para uma recuperação mais confortável e uma melhor qualidade de vida após a cirurgia.

Dentre todas as modalidades de cirurgia disponíveis, a cirurgia radical robô-assistida é a que oferece os melhores resultados tanto pelo aspecto de cura como pelo aspecto de menor risco de sequelas da cirurgia. 

Onde fazer a cirurgia robótica da próstata? Conheça a Clínica Iizuka!

Na Clínica Iizuka, sob minha direção, exijo um elevado padrão de excelência e empatia no atendimento em urologia e psicologia. A clínica situa-se estrategicamente no Itaim Bibi, em São Paulo. A minha equipe realiza a cirurgia robótica da próstata nos centros médicos de excelência de São Paulo. 

A clínica foi fundada por mim junto com minha esposa Dra. Carla Ribeiro de Queiroz Iizuka. Hoje a clínica é sinônimo de cuidado especializado e inovação focada no bem-estar integral dos pacientes.

O compromisso que temos com a qualificação contínua da nossa equipe e a utilização de procedimentos avançados são pilares que asseguram a confiança e a segurança da prática médica, refletida nas avaliações positivas de quem já experimentou o atendimento diferenciado que oferecemos.

Ao escolher a Clínica Iizuka, esperamos que nossos pacientes encontrem um ambiente onde a competência e a humanização caminham juntas, sempre objetivando a superação das expectativas e a melhoria contínua da qualidade de vida.

Entre em contato com nosso time de atendimento e agende uma consulta com o Dr. Flávio Iizuka.

Urologista se preparando para cirurgia robótica da próstata

Conclusão

Neste artigo exclusivo você aprendeu comigo tudo que é mais relevante sobre a cirurgia robótica da próstata, um procedimento assistido por instrumentos robotizados, empregado no tratamento do câncer de próstata (CaP).

Como vimos ao longo do artigo, atualmente a prostatectomia radical robô-assistida (PRRA) é indicada como estratégia eficaz, minimamente invasiva e com potencial de recuperação rápida de pacientes diagnosticados com CaP. É sem dúvida a mais avançada e melhor alternativa disponível para o tratamento do CaP.

Para saber mais sobre o procedimento, suas características, indicações e resultados de sucesso, entre em contato com a Clínica Iizuka e agende uma consulta comigo, Dr. Flávio Iizuka.

Dr Flávio Iizuka

Dr. Flávio Haruyo Iizuka (CRM 75674 – RQE 32918), graduado em Medicina pela USP Pinheiros – Turma 75 (1992), com Residência Médica em Cirurgia Geral e Urologia no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP (1994 a 1998), Fellowship em Urologia na Mayo Clinic de Jacksonville nos Estados Unidos (1997) e doutorado no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.

Instagram